• Joyce Dutra

Vogue Itália: Ilustração, o futuro das revistas de Moda?


A sustentabilidade é algo que está cada vez mais presente no mundo da moda, porém, muitas pessoas criam a imagem de que somente a confecção é prejudicial ao meio ambiente. A Vogue Itália, por outro lado, pensando na sustentabilidade de um modo geral, decidiu buscar usar ilustrações ao invés das produções fotográficas na edição de janeiro de 2020, algo que não era feito desde as primeiras edições da revista.

“É a primeira vez que a Vogue faz isso desde que começou, no início do século 20, a colocar fotos em suas página... O objetivo desse movimento bastante ousado é, simplesmente, ser mais sustentável.” disse Condé Nast, editora da Vogue Itália.

Os editoriais de moda envolvem grande quantidade de pessoas, custos e gastos com a pré produção, também devem ser contabilizados e avaliados para que o desenvolvimento sustentável no mercado da moda venha a acontecer.

“Cento e cinquenta pessoas envolvidas. Cerca de vinte vôos e uma dúzia de viagens de trem. Quarenta carros em espera. Sessenta entregas internacionais. As luzes acendem por pelo menos dez horas sem parar, parcialmente alimentadas por geradores a gasolina. Resíduos alimentares provenientes dos serviços de restauração. Plástico para embrulhar as roupas. Eletricidade para recarregar telefones, câmeras ...” disse Emanuele Farneti, editora-chefe da Vogue Itália listou tudo que foi necessário para a realização de oito editorias de moda na edição do mês de setembro de 2019 da marca.

Dessa forma a Vogue Itália nesta edição de janeiro de 2020 pediu aos artista: David Salle, Vanessa Beecroft, Cassi Namoda, Milo Manara, Delphine Desane, Paolo Ventura e Yoshitaka Amano, que fizessem ilustrações com modelos vestindo roupas da marca Gucci para a compor a capa da vogue. Dentre os trabalhos apresentados estão, desenhos, pinturas, colagens, desenhos gráficos e design de quadrinhos.

Farneti disse “No nosso caso, isso significa admitir que há um impacto ambiental significativo associado à publicação de uma revista de moda”. Ainda postou nas sua redes sociais: “O desafio era provar que seria possível mostrar as roupas sem fotografá-las”

O dinheiro que seria gasto nas produções será doado para a restauração da Fondazione Querini Stampalia em Veneza, Itália, um museu que foi recentemente danificado por inundações.

Esta edição da Vogue Itália está vinculada ao Vogue Values, um conjunto de valores assinado pelos 25 editores-chefe da Vogue em dezembro de 2019, que enfatizam a responsabilidade da Vogue em informar e destacar as conversas globais que determinam nosso corpo social.

FOLLOW ME

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Preto Ícone LinkedIn
  • Black Pinterest Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Twitter Icon

STAY UPDATED

POSTS RECENTES

TAGS