• Marina Piquini

Destaques da São Paulo Fashion Week.


A última edição da São Paulo Fashion Week, que ocorreu entre os dias 04/11 e 08/11, foi um pouco diferente do habitual. Por conta do cenário atual provocado pela pandemia de covid-19, o evento mais fashion do Brasil ocorreu no formato 100% digital, com fashion films e desfiles transmitidos ao vivo, além de outros conteúdos que foram disponibilizados nas plataformas digitais, como entrevistas. Isso, na verdade, não é em si uma novidade tão grande, já que tivemos outros grandes eventos de moda que foram virtuais, como a London Fashion Week e a New York Fashion Week. Mas o que nos mostra é que essa está se configurando como uma nova realidade para esses grandes e glamourosos eventos. Inclusive, já discutimos isso aqui em um post passado: Semana de Moda de Londres + outros eventos de moda virtuais.

E não são esses os únicos aspectos para serem discutidos sobre a SPFW. Nesta edição, o evento completou 25 anos, transformando-se, assim, em uma edição comemorativa, na qual muitos conteúdos a respeito da história e de edições passadas do evento foram compartilhados.

Mas, como qualquer outro grande acontecimento do mundo da moda, a SPFW 2020 não ficou por fora de polêmicas. Em uma atitude nova, os organizadores do evento instituíram uma cota para modelos negros no desfile. A cota racial estabelecia que 50% dos modelos fossem negros. Essa medida parece ter sido tomada devido a muitas denúncias de racismo contra várias marcas brasileira, ocorridas durante a grande repercussão do Black Lives Matter, no início deste ano.

Se por um lado esta medida pode ter sido interpretada por alguns como uma boa iniciativa para a falta de diversidade dos desfiles, que, inclusive, foi abordada em marcas como LED e Cacete, para outros se mostrou um pouco contraditória, com a presença da estilista Glória Coelho na programação. A estilista foi alvo de denúncias de racismo feitas por modelos e funcionários no inicio do ano.

Bom, com tudo isso já alinhado, está na hora de falar um pouco sobre os destaques que nós, da equipe da Mude! selecionamos:

VICTOR HUGO MATTOS

Victor Hugo Mattos apresentou a sua coleção "CÁLIDA" em um fashion film de tirar o fôlego pela sua beleza. Teve a colaboração da modelo Emilly Nunes e a voz de Letrux.

A coleção é uma homenagem ao Sol, reconhece o poder regenerador e curativo da estrela.

ÀLG

A marca estreou na SPF com um desfile realizado no Farol Santander, apresentando uma coleção de roupas despojadas, a lá street wear com sport wear.

Os modelos desfilaram com "sabres de luz" e com protetores de queixo, o que resultou em uma vibe cyber punk e de Jedis modernos.

KORSHI 01

Pedro Korshi abre o segundo dia do SPFW destacando a importância de um guarda-roupa com poucas peças e prático.

Sempre foi uma questão importante para a marca a multifuncionalidade fashion e, no desfile online, em uma dinâmica na qual os modelos estão tanto nos bastidores quanto na passarela, o estilista mostra como uma peça pode se transformar dependendo da ocasião.

ANOTHER PLACE

A coleção "Broken Promises for Broken Hearts", da Another Place, foi lançada em um fashion film dirigido por Henrique Sauer.

O filme retrata a saudade do contato humano por conta da pandemia.

As peças têm uma pegada desconstruída e marcam a décima coleção genderless da Another Place.

LED

Célio Dias apresenta uma coleção para a estação de Verão com peças masculinas e femininas misturadas e resinificadas.

Os modelos, independentemente do sexo, usavam as mesmas roupas, onde se destaca biquínis e fios dentais.

O áudio visual da coleção termina em um poderoso manifesto:

"Uma bicha para presidente do Brasil".

JOÃO PIMENTA

Em um dos desfiles mais espetaculares da SPFW, João Pimenta apresentou uma coleção que cobria seus modelos da cabeça aos pés.

A coleção foi marcada com a sobreposição e mistura de estampas e texturas, com crochês, tricôs, babados e mangas bufantes.

MARTINS

Fazendo a sua estreia no sábado da SPFW, a marca apresenta uma coleção com roupas amplas e com estampas divertidas, como xadrez, onça, raios e estrelas.

Chamada de Coleção 10, a marca faz uma retrospectiva de tudo o que já realizou, que faz parte da Casa de Criadores desde 2017.

MODEM

Em uma reflexão sobre o tempo, a MODEM, de André Boffano, lança sua coleção de Verão, com alfaiataria assimétrica características da marca.

Em um audiovisual, as modelos discutem sobre o passado e o futuro.

ÃO

Também com um fashion film, a coleção Verão 2020/21 se chama “Serão”, refletindo medos e as possibilidades de avançar no espaço e tempo. Todas as estampas da coleção foram criadas pela marca de acessórios Gansho, trazendo sua pegada fun de sempre!

LINO VILLAVENTURA

Com a narração de Ney Matogrosso, Lino Villaventura apresentou a coleção em um fashion film, que foi marcada por modelagens excêntricas e inusitadas, além de patchworks e bordado.

APARTAMENTO 03

A coleção foi inspirada no romance “Ensaio sobre a cegueira”, de José Saramago. O tema relata sobre como as pessoas vêm fechando os olhos para a realidade e se tornando alienadas. O conceito se materializa em peças que mostram ou escondem demais.

ALUF

Em uma coleção dividida em três partes e batizada como "Tela", a grife Aluf, de Ana Luisa Fernandes, apresenta peças feitas de tecidos crus e sustentáveis.

A coleção foi apresentada em um fashion film, intitulado “Lugar Comum”.

RONALDO FRAGA

Em homenagem à estilista Zuzu Angul, Ronaldo Fraga encerra a SPFW com um desabafo político.

Em vídeo, faz um paralelo com o cenário político da ditadura com o de hoje.

E aí? O que achou dessa edição de SPFW?

FOLLOW ME

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Preto Ícone LinkedIn
  • Black Pinterest Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Twitter Icon

STAY UPDATED

POSTS RECENTES

TAGS

INSTAGRAM