Você sabe quem foi Cristóbal Balenciaga?

27 Mar 2018

 

Muito querido no universo da moda e aclamado por muitos estilistas como “mestre”, Cristobal Balenciaga colecionou uma série de fatos que fez com que sua Maison criada no ano de 1919 “ Balenciaga”, se mantivesse como uma grande referência de sucesso entre as marcas de moda.

 

Que tal conhecermos um pouquinho de sua biografia?

 

Cristóbal nasceu em Getaria, um pequeno município espanhol, no ano de 1895 e faleceu em Valência, aos 77 anos em 1972. De família humilde, sabe-se que seu pai era um pescador e, em um dia comum de seu trabalho, foi à pesca e nunca mais voltou. Seu primeiro contato com o universo da moda foi através de sua mãe, que trabalhava como costureira. O seu interesse, amor e curiosidade pela costura fez com que aos 13 anos se tornasse aprendiz de alfaiate e para isso contou com ajuda de uma marquesa: A marquesa de Casa-Torres. Mas essa ajuda não surgiu do nada, você sabe a história?

 

Ainda pequenino, Balenciaga observou na saída de uma igreja da cidade uma mulher com um vestido que lhe chamou muita atenção, tratava-se de um modelo Décroll em tussor, um tecido leve de origem indiana. O espanhol não se aguentou, rapidamente dirigiu-se até a mulher, a marquesa de Casa-Torres, e perguntou-lhe se poderia copiar o modelo. A marquesa consentiu que ele fizesse a cópia e, para surpresa dela, ele a fez e ficou perfeita. Tal situação foi suficiente para que a marquesa se encantasse com tanto talento do menino e, a partir disso, ela começou a patrociná-lo.

 

Com o tempo, o garoto reservado e discreto foi crescendo cada vez mais profissionalmente e deu início a várias viagens no continente Europeu, onde teve contato com diversas casas de moda, entre elas a Chanel. Balenciaga queria conhecer tudo o que estava por trás das roupas prontas e, para isso, ele as desmontava, descosturava e costurava novamente da forma como achava melhor. Esse processo contribuiu muito no aprimoramento de seus métodos e conhecimentos sobre costura, o que fez com que fosse conhecido como o estilista “arquiteto da costura”.

 

 

Sendo assim, aos 24 anos Balenciaga já tinha reunido um conjunto de experiências que culminou na criação de sua Maison “Balenciaga” e rapidamente tornou-se um símbolo de referência e admiração para muitos estilistas de sua época, até mesmo para Chanel e Christian Dior:

 

“Alta-costura é como uma orquestra, e seu maestro é Balenciaga. Nós, os demais costureiros, somos os músicos e seguimos as direções que ele nos dá”. - Christian Dior

 

“Só Balenciaga é um costureiro, no verdadeiro sentido da palavra. Ele sozinho é capaz de cortar o tecido, juntar as partes e costurá-las à mão. Os outros são simplesmente estilistas”. - Gabrielle Bonheur Chanel

 

Suas criações eram únicas e sua fonte de inspiração vinha da Espanha, “com suas cores, tradições, religiosidade, folclore e arte”. Porém assim como outras marcas, Balenciaga passou por momentos difíceis, o que exigiu dele a reformulação de muitas configurações logísticas. No entanto, hoje, sua marca permanece viva, e traz ao mundo da moda inúmeras coleções que inspiram e refletem suas peças exuberantes e de qualidade inquestionável.

 

Portanto, o que aprendemos com ele: Balenciaga não teve medo do “não”. Ele poderia ter pensando muito antes de ir até a marquesa e se lançar no desafio de fazer uma peça idêntica àquela que ela vestia. Pelo contrário, um garoto reservado e quieto buscou vencer suas barreiras sociais e confiou em si mesmo, não teve medo, e por fruto de seu esforço viu realizar em vida os benefícios que este lhe trouxera.

 

E aí? Gostou do post de Hoje? Conta pra gente nos comentários e não perca o nosso próximo post 

Gostou?
Please reload

FOLLOW ME

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Preto Ícone LinkedIn
  • Black Pinterest Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Twitter Icon

STAY UPDATED

POPULAR POSTS

September 25, 2020

Please reload

TAGS