• Richard Queiroz

A tecnologia a favor da moda


A moda pode ser considerado um elemento de comunicação, que inspira e é inspirada pela arte e outras áreas. No nosso mundo atual a comunicação digital é primordial, tanto que às mídias sociais tornaram-se o carro chefe da comunicação e do marketing no mundo da moda.





Como exemplo de comunicação digital, não apenas limitando-se apenas a blogs, sites e redes sociais, temos a casa da moda britânica, Burberry. A casa, já fez lançamento da coleção primavera-verão 2014 atrelado ao lançamento do um novo iPhone com direito a teaser da coleção da marca realizado pelo Apple, além de possuir o serviço "Runaway made to order" que possibilita que "clientes selecionados" possam fazer os pedidos assistindo o desfile.


A casa também chegou a realizar uma parceria com o Snapchat e mostrando em primeira mão uma prévia do desfile primavera/verão 2016, um dia antes do desfile, de tal forma inovando com as redes sociais.




Tecnologia é considerada conhecimento aplicado e grandes grifes e estilistas usam esse conhecimento aplicado ao seu favor, seja com pesquisa e achados que são aplicados como no design de suas peças ou na engenharia dos desfiles. Diante dessa conexão, a moda tem se aprofundado na criação de wearables (dispositivos vestíveis), podemos citar o MET Gala de 2016, evento filantrópico que visa arrecadar fundos paro o Metropolitan Museum of Art‘s Costume Institute (museu dedicado a exposições de vestuário, em Nova York). Com o tema Manus x Machina: Fashion in an Age of Technology (Mãos X Máquina: Moda na Era da Tecnologia), fica nítido a hibridização contemporânea no universo da moda.





Nas passarelas ganha destaque criações da estilista holandesa Iris Van Herpen, com a introdução e utilizando a tecnologia de impressão 3D. Herpen foi a primeira estilista a apresentar uma peça impressa em 3D nas passarelas. Isso aconteceu em 2010 no Amsterdam Fashion Week, com sua coleção Crystallization.




Outra maneira de como explorar a moda-tecnologia é com o estilista Hussein Chalayan que possuiu como as principais características a arte, intelecto e a inovação na moda. Hussein é conhecido pelo seu design inovador, arquitetônico e experimental, alfaiataria e drapeados perfeitos, estética minimalista elegante e formas assimétricas.



Na coleção primavera-verão 2016 apresentada na semana de moda de Paris, Hussein trouxe roupas que se dissolvem e desintegram ao serem molhadas revelando outras roupas delicadas por baixo, trazendo tecnologia com inovação e desconstrução de formas e movimentos através da modelagem riquíssima e materiais atípicos. Os estilista e grifes citados acima são só uma amostra do que a moda e tecnologia pode nos proporcionar, quebrando completamente o conceito de roupa e modelagem que conhecemos. Fica nítido o caminho que o futuro da moda atrelada a tecnologia pode nos levar é promissor, porém é incerto o que ele pode nos apresentar. Só sei que estou ansioso pelo que vai vir e vocês? E fiquem atentos as postagens do blog, estamos com vários conteúdos maravilhosos e novos para vocês, CURTAM E COMPARTILHAM TURUPOM!!!





FOLLOW ME

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Preto Ícone LinkedIn
  • Black Pinterest Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Twitter Icon

STAY UPDATED

POSTS RECENTES

TAGS

INSTAGRAM

Prédio do Design de Moda

Rua Leopoldino dos Passos, 33 – Bairro São José

Belo Horizonte/MG

mudeufmg@gmail.com

(31) 3492-1257

© 2017 por Taís Ribeiro e Thaís D'Angelo. Criado pelo Wix.com