• Isabela Cristina

Guia de tecidos



Olá! Como estão? Espero que estejam bem e se cuidando!

Hoje iremos falar sobre tecidos, uma de suas partes mais importantes ao se idealizar um peça, e mais, vamos conhecer um ponto muito importante ao pensarmos neles, a sua composição.

A tecelagem acompanha o homem ao longo de toda história da civilização e não se restringe apenas ao sistema da moda, por isso a importância de se conhecer melhor sua composição e suas finalidades.

Os tecidos podem ter sua origem em duas bases principais: a natural e a sintética, mas apesar de distintas possuem como objetivo principal a função de cobrir.

Classificamos os tecidos quanto ao seu tipo de fibra, que é a matéria prima utilizada para sua fabricação. Temos hoje as fibras classificadas em naturais e não naturais.

Os tecidos compostos por fibras naturais são aqueles considerados mais básicos e antigos, tendo sua origem vegetal ou animal. Como exemplo de tecidos de origem vegetal temos o algodão e o linho. Já como exemplo de tecidos com origem animal temos a seda e a lã.

A cambraia de algodão que é um tecido super leve e fresco, além de ideal para peças de verão, e a cambraia de linho que é um tecido leve e com um aspecto rústico, ideal para quem busca conforto e elegância, são exemplos de tecidos naturais e de origem vegetal.

Os tecidos compostos por fibras não naturais são produzidos por meios humanos e essas fibras de composição química, são fabricadas de acordo com o seu uso na indústria.

As fibras não naturais são subdivididas em dois campos, as artificiais e as sintéticas. As fibras artificiais são obtidas a partir de celulose de materiais naturais que são quimicamente tratados após sua extração. Como exemplo temos a viscose e o acetato.

Por fim, as fibras sintéticas possuem origem petroquímica, sendo assim compostas por resinas derivadas do petróleo. Poliéster e elastano são as fibras sintéticas mais conhecidas.

Zibeline, que é um tecido acetinado e encorpado, ideal para modelos de festa e o Oxfordine, um tecido leve e um pouco transparente, ideal para camisaria, jalecos e até artesanato, são exemplos de tecidos não naturais de origem sintética.


FOLLOW ME

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Preto Ícone LinkedIn
  • Black Pinterest Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Twitter Icon

STAY UPDATED

POSTS RECENTES

TAGS

INSTAGRAM

Prédio do Design de Moda

Rua Leopoldino dos Passos, 33 – Bairro São José

Belo Horizonte/MG

mudeufmg@gmail.com

(31) 3492-1257

© 2017 por Taís Ribeiro e Thaís D'Angelo. Criado pelo Wix.com